O projeto da NASA e eu

20161007_095017

Eu sempre fui apaixonada pelo espaço. Por isso iniciei o projeto “Novo Horizonte” e, no final de 2015, tive uma grande proposta: o professor Marcelo Souza, do Rio de Janeiro, líder do projeto no Brasil, apresentou-me o projeto da NASA, “Missão X – Treinar como um astronauta”. O projeto começou em 2016 e este de 2017 é o primeiro ano de participação do Brasil. São duas fases a cada ano e a terceira atividade começará nesta quinta feira dia (02.03).

O objetivo do projeto é divulgar e incentivar os estudantes às atividades científicas, apresentar a importância de uma alimentação saudável, e de uma rotina de atividades físicas. A figura do astronauta e das jornadas espaciais traz a estes jovens e crianças, um incentivo ainda maior para concluir as atividades. O astronauta para ser um explorador apto precisa ter uma boa saúde e estudar bastante!

O projeto é aplicado nas escolas, o material didático e as atividades são enviados pela NASA. São aproximadamente dois meses de atividades em cada fase. A última escola que eu e a professora Silvana aplicamos o projeto foi na escola estadual Jada Torres. Agora iremos aplicá-lo na escola José Nodari, e na escola particular IPES, também de Tangará da Serra.

A NASA envia pelo site as atividades que devem ser feitas e somente ela determina o prazo par entregar as atividades prontas. São realizadas estas atividades, fazemos relatórios e a soma das notas, com as fotos das atividades e enviamos de volta para a NASA. Então aguardamos que a entidade aprove as atividades. Tendo as atividades aprovadas o grupo ganha uma medalha para cada uma que foi concluída.

As atividades são divertidas e interdisciplinares, englobam, principalmente, as matérias Educação Física e Ciências. Como o tema é espaço, decidi então fazer uma espécie de junção e levar também atividades do meu projeto (Novo Horizonte) para os alunos terem mais atividades de pesquisa, como, por exemplo, observação dos astros com telescópios e lançamento de foguetes de garrafa pet, cursinhos de astronomia e astronáutica, estas atividades também são enviadas para a NASA.

Eu e a professora Silvana estivemos em Abril de 2016 no Encontro Internacional de Astronomia e Astronáutica que acontece anualmente no Rio de Janeiro, organizado pelo Louis Cruls Astronomy Club, de Campos dos Goytacazes, onde o Dr. Charles Lloyd, da NASA veio falar do Projeto Missão X e a estreia no Brasil.

Atualmente são 37 países participantes e, de todo o Brasil, apenas o Marcelo, no Rio de Janeiro e eu, Maria Gisllanny e Silvana, de Mato Grosso então participando e entregando as atividades à NASA. Por isso, queremos mais escolas e mais pessoas interessadas no projeto e que elas tragam mais medalhas ao Brasil.

Quem se interessou e quiser ver as atividades do Brasil e mais informações pode acessar o site da NASA (http://trainlikeanastronaut.org/) e selecione a bandeira do Brasil.

(Maria Gisllany é estudante de Tangará da Serra/MT e uma das entusiastas da astronomia em Mato Grosso além de ter a determinação de ser a primeira astronauta brasileira)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s